sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Indecisões.

Imagem daqui.

    O que se passa com o mundo?
    O que se passa comigo?
    O que está acontecendo com as caminhadas pelo meu interior, que não consigo sair do sótão  e encontrar  a luz, a escada?

    O que aconteceu com a minha ousadia de abrir as asas, mergulhar no penhasco e alçar voo rumo ao horizonte infinito?

     Há ciclones em excesso; enchentes em demasia; terremotos e corrupção sobejando por todos os lados do Planeta!

     Há homens insanos comandando nações fortemente armadas ameaçando a paz!
     Povos atônitos embriagados e cegos na esperança da liberdade pela luminosidade de bombas carregadas de infortúnios  apocalípticos!

     Ontem, tive pesadelos em vez de sonhos! Anteontem, também!

     Sinto-me cada vez mais covarde, quando o dia termina!
     Não, a noite não me amedronta! Os pesadelos me atormentam, como se o último dia da Terra fosse hoje!

     Percebo que a primavera se aproxima, porque já ouço lá fora, o canto dos sabiás e os Ipês já floresceram em toda a sua plenitude!
     Porém, há uma força contrária ao meu ímpeto de romper a paralisia dos músculos adormecidos pelo inverno!
     Hesito!
     Na incerteza, tento relembrar do calor do último verão!
     Sinto a pele arder,  antes mesmo de expô-la ao Sol!

     O que se passa comigo?
     O que se passa com o mundo?

     " Estarei presente em toda primavera, verão, outono e inverno, fui moldado para ser eterno". Apocalipse 16.



Se você se identificou com o perfil deste blog e gostaria de publicar uma criação sua, envie para vnanii2010.oldeagle@blogger.com. Todos os direitos autorais e créditos serão preservados. Obrigado. 

24 comentários:

  1. Scary stuff! I'm not sure that climate change can be fixed at this point. WIthout meaning to take away any of the gravity of the situation, when I first saw this image on line, all I could think of was Vincent van Gogh.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Really, Bill, it really does look like a Van Gogh painting!

      Excluir
  2. Belo e sensível texto Victor! O que se passa conosco é uma boa pergunta e cada um tem sua resposta, particularmente falando, sinto a desilusão na humanidade e do meu corpo envelhecido e cansado.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu pensei em dar o título de "Desabafo" à postagem, mas, não está longe disso, não é mesmo?
      Abraço!

      Excluir
    2. Victor, assim ficou melhor, tem uma pitada de esperança nesse caos todo, amigo!
      Beijos!

      Excluir
  3. Mas que texto forte, escrito com a alma angustiada, aliás como todos nós estamos, sem saber do rumo, do amanhã. Só conseguimos pensar e isso parece um filme de terror que já está longo demais. E nessa hora é que pensamos que bom seria voltarmos ao passado. Nosso país, nosso mundo está louco, aqui é isso, saquearam o país até a última gota; lá fora, dois malucos medindo forças e interminável provocação de um lado. E se resolverem brincar, sobrará pra nós que já estamos sobrecarregados.
    Perfeito, Victor! Muito bom e verdadeiro.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Tais, o que nos resta, é esse grito na garganta!
      Beijos!

      Excluir
  4. Um texto espetacular.
    São tantas as questões que invadem o nosso coração, duvidas e incertezas que atormentam os nossos sonhos tornando-os em amargos pesadelos.
    Um abraço
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E nossos sonhos se tornam cada vez mais sombrios, infelizmente, Maria!
      Abraços!

      Excluir
  5. Meu caro Vitorio Nani, tão belo quanto assustador tuas palavras...levanta as questões que estamos vivendo ou à beira de viver, não estamos mais seguros aqui no planeta Terra, muito menos em nossas casas. E seguimos como se nada estivesse acontecendo, fechando os olhos para o inevitável...mas prefiro esta frase do teu texto:" Percebo que a primavera se aproxima, porque já ouço lá fora, o canto dos sabiás e os Ipês já floresceram em toda a sua plenitude!"
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Jair, ainda que desacreditados de tudo, temos que ter esperanças nas alegrias de uma nova primavera."E assim como a primavera, eu me deixei cortar para vir mais forte...
      Clarice Lispector".
      Abraços!

      Excluir
  6. Olá, meu querido Vítor!

    A imagem é burlesca, confusa e dantesca. Será assim que o mundo se encontra e nós, também? Penso, infelizmente, que talvez sim, mas nós podemos ajeitar, um pouquinho, nosso destino. Vamos lá!

    Tu és uma força da natureza, um homem sem medos, um "pássaro", um distinto e devotado médico e como tal colocas interrogações, que são totalmente compreensíveis. Ninguém te sabe dar uma resposta plausível, credível, que te faça deslindar o que vai por esse mundo sem conserto e dentro de ti, ah, mas talvez eu arranje um jeito já nesse fim de semana. Alinhas? Sei k sim.

    O teu texto desabafo está extremamente bem escrito e até parece que lançaste amarras, não importando a opinião desse ou daquele. É isso mesmo, que deves sempre fazer: dizer, escrever o que te vai na alma e depois que, se pretenderem, tirem as elações, k podem não corresponder, no mínimo, à verdade. Problema deles/delas.

    É preciso que te soltes mto mais vezes, não ligando para a sociedade, para aquilo que podem dizer e pensar de ti, pke tu és quem mais te ama e melhor se conhece. Alça voo, garoto!

    Teus músculos vão ficar mais lassos, pke a Primavera está chegando e com ela o renascimento da natureza e o teu, também.

    Nesse final de semana, talvez saibas o que se passa contigo e que não foi sonho, mas realidade, aquela que tu criaste. Nos "veremos" lá. Não adormeças, pke há muita vida pra viver.

    Beijos e um vasto abraço com todo o meu carinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Céu!
      Bem sabes que há momentos nossos, nos quais, inspirados ou não pelo lado sombrio de nossas vidas,
      nos expomos até em demasia, mas, também nos livramos de pesadelos e assim, damos nosso grito de alerta!
      Até já publiquei aqui algo assim. https://vitornani.blogspot.com.br/2015/07/pobre-e-velho-coracao.html.
      Se puder, veja a postagem.
      Beijos!

      Excluir
    2. Olá, Vítor!

      "Grito de Alerta", que linda e significativa canção de Bethania! Muitas vezes, ele é preciso.
      Que tolice! Seu coração não é pobre (é um mãos largas-rs), nem velho, pke a aorta e não sei que mais está tudo funcionado mto bem.
      Já botei faldadura lá e não só.

      Deixei umas palavrinhas no meu blog em resposta ao seu comentário. Depois, pode me explicar, por favor?

      Beijos e boa semana. Ah, que inveja eu tenho da estação que aí irá começar!

      Excluir
  7. OI VITORIO!
    ESTA PROSTRAÇÃO QUE TE ACOMETE, NOS ESTÁ TOMANDO A TODOS POIS, ESTAMOS VIVENDO COM ESTE MEDO CRESCENTE SEM SABERMOS O QUE FAZER OU PARA ONDE CORRER, O QUE NÃO PODEMOS PERMITIR É QUE NOS TIREM A CONFIANÇA DE QUE DIAS MELHORES PODEM ESTAR POR VIR.
    TEU TEXTO DIZ O QUE ESTAMOS SENTINDO, ACHEI MUITO SHOW.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Zilani!
      Como respondi acima, para a Céu, cada um de nós em determinado momento,
      sentimos a necessidade de soltar o grito preso na garganta!
      Abraços!

      Excluir
  8. Acontece muitas vezes não sabermos o que se passa connosco nem com o mundo que nos cerca.
    Excelente texto, gostei muito.
    Também gostei da imagem, que ilustra muito bem o texto.
    Bom fim de semana, caro Vitório.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Vitorio passei para desejar uma Boa semana
    Um abraço
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  10. Hola Vitoria, un placer leerte. Tus pesadillas son también las mías querido amigo, espero que algún día no muy lejano la cordura gobierne el mundo. Un fuerte abrazo.

    ResponderExcluir
  11. Olá Vitório, boa noite! A minha visita acontece pelo blog da Céu.
    "O que se passa com o mundo?" Ainda ontem, eu estava no sofá de uma sala de espera e pensava sobre o que acontece com o mundo. E ainda, sem qualquer perspectiva. Um belo e profundo texto.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  12. Si, Víctor es verdad que vivimos atemorizados por la locura de, no puedo decir un loco, puesto son muchos los locos que andan sueltos por el mundo y además ocupando puestos de mucha responsabilidad, seguro que son más cuerdos que están encerrados en los psiquiátricos

    Que mundo este, eh! Está plagado de crueldad, de mala gente, corruptos egoístas que no tienen sentimiento están hechos de cemento helado, son verdaderos bichos peligrosos para la humanidad que lo paga sin comerlo ni beberlo.
    Bueno, pues no perdamos la esperanza, aunque yo empiezo a perderla.

    Ha sido un placer leer este post interesante.
    Te dejo un beso y mi gratitud.
    Se muy feliz.

    ResponderExcluir

Seu comentário é o que torna especial esta postagem. Enriquece extraordinariamente o conteúdo!
Lembrando Saint Éxupery:"Aqueles que passam por nós, não vão sós. Não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós".
Obrigado pela visita!
Abraços!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. AVISO LEGAL Todos os direitos reservados. Esta coletânea de textos e imagens são propriedades do autor e estão protegidos por direitos de propriedade intelectual, que não podem ser utilizados em qualquer meio ou formato sem a autorização do autor. Vitorio Nani - 12/06/2010.