domingo, 30 de novembro de 2014

Epidemia.





      A epidemia de Ebola na África, assunto que a mídia tenta deixar de  fora de seus noticiários mantendo na pauta tímidos documentários, enquanto mais tempo é dedicado mostrando as decapitações cinematográficas praticadas pelo carrasco  do  Estado Islâmico, nos têm deixado um pouco desinformados e confusos.

     Tenho observado também, a posição das autoridades brasileiras, representadas na pessoa da presidente, visivelmente de costas para o problema na África, mas com as vistas voltadas para a Ilha comunista de Cuba!

     Sou colaborador do MSF - Médicos Sem Fronteiras.  Há um link na sidebar deste blogue, para os amigos interessados em fazer o mesmo. Basta clicar sobre o baner.

     Ao ler o último Informativo que recebi, descobri que as minhas conclusões têm fundamento! No Editorial, um dramático relato da Diretora-geral de MSF - Brasil, Suzana de Deus! 

      


     Só nesta semana, o MPF (Ministério Público Federal) está tentando junto aos bancos suíços, repatriar 27 milhões de dólares das contas de apenas um dos envolvidos no vergonhoso escândalo na Petrobras.


MSF seja um dador sem fronteiras - clique aqui .  Imagem obtida no Google.

      "O Cristo não pediu muita coisa, não exigiu que as pessoas escalassem o Everest ou fizessem grandes sacrifícios.  Ele só pediu que nos amássemos uns aos outros". Chico Xavier.

14 comentários:

  1. Olá, bom dia!
    Sobrevoando a Net :) vim aqui parar, ou antes, aterrei no seu outro blog, do qual me fiz seguidora, mas onde não consegui comentar.
    Fica para a próxima... mas, para já, quero dizer que gostei imenso do último post, e o vídeo indicado é excelente. Até o incluí nos meus Favoritos, na minha conta do Youtube.
    Quanto a este blog também gostei muito, não só do último pst como de anteriores, que vi, ainda que rapidamente (o tempo é curto...)
    O assunto aqui focado é bastante pertinente.
    As autoridades só começam a interessar-se por estas coisas quando lhes batem à porta. Entretanto... fingem que não sabem de nada.
    São todos iguais!

    Se quiser visitar-me... terei muito gosto.

    Por agora desejo uma boa semana.
    Beijinhos
    Mariazita

    ResponderExcluir
  2. Oi Mariazita!
    Aqui temos um ditado: "Ninguém se mexe enquanto a água não toca na bunda".
    Parece que o mundo também não se importou, enquanto o Ebola matava só os africanos.
    De certa forma, todos devemos se importar com a África, aliás, foi lá que teve início a vida
    do ser humano!
    Obrigado pela visita e boa semana!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. A los que tienen el poder para solucionar estas epidemias no les interesan las personas, pasó con el SIDA y pasa con el Evola.
    Así de despreciabes somos.
    Un saludo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Si el ébola había aparecido en un país del primer mundo, tendrían vacunas creadas ya en 1976, cuando se convirtió en epidemia.
      Un abrazo grande!

      Excluir
  4. Oi, Vitorio!
    Eu sempre digo que enquanto houver uma pessoa sofrendo no mundo, a humanidade jamais alcançará sua plenitude. De que adianta o progresso se ainda existe a pobreza? Somos apenas um! Realmente, o governo brasileiro precisa ajudar mais. Precisa tomar uma postura exemplar condizente com o que a nossa presidenta diz aos quatro cantos desse globo. Será que espera a doença aqui chegar efetivamente?
    Não achei o link na sidebar...
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luma!
      Pior mesmo é assistir à atitude da presidente como sempre se fazendo de morta.

      O link está no próprio baner do msf na sidebar, basta clicar sobre ele, ou pode encontrá-lo no final desta postagem.
      Beijos!

      Excluir
  5. Que fronteiras? Desde quando doença tem fronteiras? Deixa chegar lá nos poderosos, arrasar o quarteirão deles... como você disse, Vitorio, enquanto o problema estiver mais restrito à Africa, os poderosos não se mexem muito. A passos de lesma.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Tais, enquanto isso a corrupção se alastra por todos os órgão do nosso governo.
      Não sei o que é mais fácil: acabar com o Ebola na África, ou com os corruptos do Brasil!
      Abraços!

      Excluir
  6. Grazie per essere venuto a trovarmi anche se il mio blog non è certo impegnato come il tuo. Purtroppo il portoghese posso capirlo con l'aiuto di mia moglie ma non sono in grado di scriverlo e di parlarlo. Condivido pienamente le idee che esprimi nei tuoi post e verrò, sicuramente a ritrovarti. Nel frattempo mi sono messo tra i tuoi follower e vorrei che tu accettassi i miei più cari auguri di un Buon Natale ed un Felice Anno nuovo, sperando che quest'ultimo veda finalmente la pace in tutto il mondo. Un amichevole abbraccio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grazie per la generosa visita.
      Ho anche tu e tutta la tua famiglia, Buon Natale e prosperità desidero oggi e sempre!
      Un grande abbraccio!

      Excluir
  7. Olá Vitorio! Fiquei muito feliz com a tua visita, teu amável comentário deixado no Literatura & Companhia Ilimitada e, principalmente, por teres te tornado seguidor dos nossos humildes espaços. Isso somente aumenta a minha responsabilidade de melhorar tudo aquilo que crio e escrevo. Espero que voltes mais vezes tanto no Literatura & Companhia, quanto no Arte & Emoções, pois será sempre um prazer renovado. Eu, particularmente, aqui voltarei, pois, além de teres um espaço interessante e bastante aconchegante, tomei a liberdade de me tornar teu seguidor, isso até quando permitires, é claro.

    Quanto ao post, a partir do momento em que o Ebola invadir os lares dos poderosos, todos se lembrarão que somos todos irmãos e, portanto, a solidariedade, com certeza, será priorizada. Sobre os 27 milhões de dólares, acredito ser muito pouco, considerando o montante das contas de todos os ladrões envolvidos.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Furtado!
      Você será sempre bem-vindo assim como seus comentários!
      Um grande abraço e bom fim de semana!

      Excluir
  8. Muito pertinente a tua postagem que é, não só informação como reflexão.
    Ai a África! Que esquecida!
    Mas as doenças não têm fronteiras! Mas só quando chegar aos senhores que se acham donos do mundo, é que o problema será encarado com a seriedade que urge!
    Bjo (com algum desencanto por este estado de coisas)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que vivemos acuados, de todos lados: doenças, violência e incerteza no futuro!
      Isso talvez explique nosso desencanto!
      Beijo e bom fim de semana!

      Excluir

Seu comentário é o que torna especial esta postagem. Enriquece sobremaneira o conteúdo!
Lembrando Saint Éxupery:"Aqueles que passam por nós, não vão sós. Não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós".
Obrigado pela visita!
Abraços!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. AVISO LEGAL Todos os direitos reservados. Esta coletânea de textos e imagens são propriedades do autor e estão protegidos por direitos de propriedade intelectual, que não podem ser utilizados em qualquer meio ou formato sem a autorização do autor. Vitorio Nani - 12/06/2010.