AMIGOS SEGUIDORES DESTE BLOG

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Suave Passamento.

         
Imagem daqui


    Este é o livro que através de um dos meus filhos me veio às mãos. Li e recomendo.

    A autora do livro é a Doutora Ana Claudia Quintana Arantes, médica especializada em Tratamentos Paliativos em hospitais de São Paulo.

    Através de uma narrativa suave e muito verdadeira, ela expõe com clareza as dificuldades que todos nós temos, inclusive ela no início da sua profissão, de tratar de um  assunto evitado por muitos, a morte.

     Enquanto eu lia, lembrava-me  de um acontecimento:

    Aos sete anos de idade, assisti à morte do nosso vizinho de oitenta e nove anos - o "nono" como era chamado por todos. Meu pai o segurava nos braços! Aos  poucos, com serenidade, a respiração do "nono Botossi" foi diminuindo até não mais inspirar! Nunca mais esqueci aqueles instantes!

    A Doutora Ana Claudia converte  os momentos temerosos da morte, na mais sublime experiência humana! Eis alguns trechos do seu livro:

     " ...Não há como entrarmos em sintonia se não estivermos morrendo também. Somos capazes de entrar em sintonia com as emoções do outro e até de modificá-las, mas, no processo de morte, essa mágica deixa de ser possível: ele se iniciou e vai terminar. Seja na UTI, na enfermaria ou em casa; a morte não escolhe lugar.

     Acompanhar alguém nesse momento é a experiência mais íntima que podemos experimentar junto a outro ser humano. Nada pode ser mais íntimo do que compartilhar com alguém o processo ativo de morrer. Nem sexo, nem beijo, nem confidências. Naquele momento, buscaremos o sentido de estar ao lado de quem está morrendo; quem está morrendo buscará o sentido de estar ali; virão
questionamentos dos pesos, dos fardos, dos medos, das culpas, das verdades, das ilusões. Tudo ali, exposto de um jeito verdadeiramente nu.

     A pessoa que morre está nua, liberta de todas as vestes físicas, emocionais, sociais, familiares e espirituais. E, por estar nua, consegue nos ver da mesma forma. As pessoas que estão morrendo desenvolvem uma habilidade única de ver. Estar ao lado de quem está morrendo é desnudar-se também...

     ...Quando dizemos que nos sentimos plenos é porque estamos com o pensamento, o sentimento, a atitude e o corpo, todos juntos, no mesmo lugar, ao mesmo tempo.

     Estar ao lado de alguém que se aproxima da morte pode ser um momento de plenitude na nossa vida, algo que ocorre rápida e fugazmente.

     A morte, do outro ou nossa, será uma rara, ou até única, experiência de estarmos verdadeiramente presentes na nossa vida..."

                                              Saiba mais assistindo ao vídeo!



   " Visto que nossa vida começa e termina com a necessidade de afeto e cuidados, não seria sensato praticarmos a compaixão e o amor ao próximo enquanto podemos? Dalai Lama.

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

"Metamorfose Prepóstera".


A Metamorfose de Kafka.

     Do ovo a lagarta, de lagarta a crisálida.

     Da crisálida a borboleta, fechando um ciclo perfeito e natural!

     Mas, não se soube bem  por que, aquela metamorfose se inverteu!

     Já fora larva, lagarta, crisálida e finalmente, borboleta!

     Voou acima de montanhas, vales e campinas; sobre mares e flocos de nuvens!

     Mais do que muitos corações suportariam, confusos sentimentos conteve!

     E hoje,  novamente lagarta!

     Uma lagarta num corpo de borboleta sem asas!

     Apalpando inseguro;  agarrando-se em pânico um mundo desagradável - caminhando lentamente sem destino!

     Dos sonhos de borboleta de ontem, aos pesadelos de uma lagarta tolhida de hoje!

     "Se uma borboleta perder as asas, voltará a ser lagarta, porém, se um homem perder a inspiração,  estará morto".  Ivan Teorilang.

domingo, 16 de outubro de 2016

"Refúgio Encantado". Por Sueli.



     
Sueli Flores Nani


       Os dias quentes e iluminados da primavera estão de volta, trazendo com eles, o canto dos pássaros, das cigarras; zumbidos de abelhas enchendo o ar de alegria e festa! E eu, quero mostrar algumas  fotos conseguidas aqui no meu pequeno refúgio encantado!



     

A Espatódea na claridade da primavera!


segunda-feira, 22 de agosto de 2016

"Que Mundo é Esse?"


     Finalmente, já existe um bom motivo para as pessoas irem para as ruas; deixarem a clausura imposta pelos games em frente a TV; tomarem as praças e apreciarem a beleza dos parques, das árvores, das flores; respirar ar puro!

    Sim, estão saindo mais, andando mais, explorando detalhadamente cada espécie animal que vive nos espaços públicos; rebuscando esconderijos e calabouços nos seus íntimos detalhes!

    Enfim, estão tomando de volta a cidade que sempre fora de fato, de todos!

   
CAÇANDO POKEMON NO CENTRAL PARK EM NOVA YORK - A febre do momento.


Mais sobre este tema AQUI.        


"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos". Desconhecido.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

sábado, 25 de junho de 2016

Adolescência!


Edith Piaf, a pequena pardal de Paris.

     Quando essa música tocava em todas as festinhas da cidade, no rádio e em todas as pracinhas das igrejas, tocava também em nossos corações!

domingo, 5 de junho de 2016

Quarto Escuro!


Imagem daqui.

     Há noites em que o nosso sono demora mais para chegar. Dizem os especialistas  que as pessoas de QI mais alto, tendem a demorar mais para "pegar no sono".

sábado, 14 de maio de 2016

" A Grua Atrevida"!



     Parece engraçado o título que escolhi para esta postagem, mas, até poderia ser cômico, se não fosse, sob o meu ponto de vista, trágico.
     Ao abrigo do lema que rege a dedicatória deste meu blog, relendo postagens anteriores aqui publicadas, evidencia-se que a liberdade* - sob todos os aspectos - tem sido meu tema preferido.

     Pudera, nasci livre*, como deveriam nascer todos os seres humanos!

     Cresci e vivi até a adolescência, perfeitamente  integrado ao meu elemento: a Natureza!

     Ao deixar o ambiente rústico do campo e passar a viver na cidade, um juramento tomou lugar cativo em minha memória: voltar a viver em contato direto com meu antigo ecossistema*.

     Aqui, onde vivo com meus filhos e netos há quase dezoito anos, tornou-se nossa pequena comunidade. Lugar onde respiramos, ou melhor,  respirávamos o ar da liberdade, o cheiro dos velhos tempos, a merecida privacidade conquistada a duras penas!

     O que eu quero dizer, as imagens por si só, poderão melhor demonstrar!

                             

domingo, 1 de maio de 2016

"Veredas Divergentes".

       "Se existe alguém no mundo, capaz de fazer você sentir-se super especial, extraordinário,             essa pessoa é sua mãe!"
 
Imagem obtida aqui.

      À medida que me afastei do agradável calor daquele colo sagrado, mais me aproximei de um infinito horizonte, onde um sol poente se apaga lentamente!

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Gehrmann, o "Homem de Lança".


                                  Ai de mim, albergando em braços  escancarados,
                                     imensas levas de sotaques indecifráveis!

domingo, 27 de março de 2016

Esculturas em Argila - por Sueli.

                                                                                                         
SUELI FLORES NANI

    Cumprindo a promessa feita em Aquarelas, postada em Maio de 2013, exponho hoje, algumas esculturas em argila. Uma  Mostra inspirada e dedicada ao Continente Africano.   Espero que gostem!


  

O Beijo - em argila  sem queima com pintura automotiva.

sábado, 19 de março de 2016

"Entre Paredes de Concreto e Fileiras de Escudos II".

 
      Esta postagem foi publicada originalmente  neste blog em 05 Mai 2015. O momento histórico pelo qual passa nosso País, talvez faça mais sentido, nesse momento, republicá-la, acrescida de imagens!


                               A infertilidade da rainha provoca miséria por todo o reino!

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Imagens de Verão - por Sueli.

     
Sueli Flores Nani




                                                                                  



Algumas Imagens do Verão 2016.


                                       Os dias de Verão amanhecem com muita luz e calor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. AVISO LEGAL Todos os direitos reservados. Esta coletânea de textos e imagens são propriedades do autor e estão protegidos por direitos de propriedade intelectual, que não podem ser utilizados em qualquer meio ou formato sem a autorização do autor. Vitorio Nani - 12/06/2010.