sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Três Minutos Para o Fim!

Imagem da Web
      Nesta quinta-feira, dia 22 de Janeiro de 2015, cientistas publicaram no BAS (Boletim de Ciências Atômicas), um alerta, ao adiantar em dois minutos o "Relógio do Apocalipse", que marca agora três para a meia-noite, hora marcada para o fim do mundo.



     Segundo os cientistas, vivemos uma situação tão perigosa quanto a Guerra Fria.  A diferença é que a ameaça agora, vem do  clima.

     Kennette Benedict, diretora-executiva do BAS, disse que a probabilidade de uma catástrofe global é muito alta, e as ações necessárias para reduzir os riscos são urgentes.  Segundo ela, as condições são tão ameaçadoras que foi adiantado o relógio em dois minutos.

     O aumento do nível do mar e as tragédias climáticas, em consequência da alta emissão de dióxido de carbono e outros gases na atmosfera, está transformando o clima do planeta de forma perigosa, deixando milhões de pessoas vulneráveis.  O BAS  faz duras críticas aos líderes globais, que "falharam em agir na velocidade ou escala requerida para proteger os cidadãos de uma potencial catástrofe".
Imagem da Web
     Para o consultor e ambientalista Fabio Feldmann, o alerta é "bastante razoável" e acusa governos e sociedades como entraves para a falta de mobilização.  "Se há um ano eu falasse da crise hídrica em São Paulo, seria tachado de apocalíptico, mas veja a situação agora", disse Feldmann.

     Outra questão abordada pelo BAS, diz respeito à grande quantidade de armas nucleares em poder de grandes nações, cerca de 16.300 armas atômicas no mundo, sendo que apenas cem seriam suficientes para causar danos de longo prazo na atmosfera do planeta.

     A comunidade de cientistas pede que lideranças globais, assumam o compromisso de limitar o aquecimento global a dois graus Celsius acima dos níveis pre-industriais e de reduzir  os gastos com armamentos nucleares.

Imagem da Web
     "Não estamos dizendo que é muito tarde,  mas a janela para ações está se fechando rapidamente.   O mundo precisa acordar da atual letargia.  Acreditamos que adiantar o relógio pode inspirar mudanças que ajudem nesse processo", alertou Kennette.

     O BAS ( leitura recomendada)  foi fundado em 1945 por cientistas da Universidade de Chicago (EUA) que participaram no desenvolvimento da primeira arma atômica, dentro do Projeto Manhattan.  Dois anos depois, eles decidiram criar a iniciativa do relógio, para "prever" quão  perto a humanidade estaria da aniquilação.

     A partir de 2007, a questão climática passou a ser considerada pelo grupo!

     " O mundo tornou-se perigoso, porque os homens aprenderam a dominar a natureza antes de se dominarem a si mesmos". Albert Schwtzer.

27 comentários:

  1. Amigo: nem sei o que me assusta mais: se a matriz da economia de mercado, se a paulatina destruição de ecossistemas que destroem este planeta... Ao fim e ao cabo, tudo não passa da ambição desmedida do Homem.
    Muito bom este post de alerta.
    Que prevaleça o bom senso!
    Bjo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que daqui para frente teremos que conviver com racionamentos de água e energia, que já começaram.
      O alerta foi dado pela Natureza, em resposta ao descontrole e ganância do homem!
      Beijo.

      Excluir
  2. Isso tudo é assustador, Vitor. Estamos no final de uma Era e a faxina no planeta Terra já começou há muito e creio que é tarde demais para reverter a situação.
    Valeu sua intenção de alertar...
    Querido amigo, que o bom senso nos abrace a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Shirley!
      O incrível é que os cientistas estão pregando no deserto. Nenhum governo importante do mundo, tem dado atenção aos alertas deles!
      Isso faz lembrar Noé!

      Excluir
  3. Yes...really scary. We have known the dangers for so long now, but have failed to see the error of our ways.
    Your great post poses the question: do we have a long-term future at all? Only if we radically change, I guess.
    So here's hoping for that grain of common sense...

    Have a Great Weekend:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. I believe that governments will continue blind, deaf and dumb to the doomsday!
      I think it's past time of reaction.
      Good weekend, Ygraine!

      Excluir
  4. Este año como cada año, nuestro tren parara en alguna estación, depende de cada uno de nosotros dejar ir a la tristezas, miedos, frustraciones, malos momentos, desamor. Agradece a cada uno de ellos.. su compañía y sus enseñanzas, aunque hayan sido dolorosas, déjalos ir, déjalos bajar de este tren. Deseo que en esta parada, a tu tren suban miles de bendiciones, sueños alcanzables, amor, abundancia, fuerza y determinación para seguir tu viaje.
    Hoy en mi vagón quedaran puestos desocupados y espero te sientes a mi lado para compartir junt@s este nuevo viaje. FELIZ NUEVO COMIENZO EN ESTE AÑO 2015!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Vitor!
    Muito bom te receber no blog, me dando tb o prazer de conhecer o teu. Pena que chego aqui em um momento tão delicado, mas como sou otimista, acho que se houver interesse desses governantes alienados, ainda vamos poder reverter essa situação.
    Já fiquei por aqui e espero que seja o início de uma bela amizade
    Bjsssss
    Quanto a dificuldade de encontrar o meu blog, ainda n/consegui reg. Acho que só alguns blogs estão encontrando essa dificuldade.
    Obrigada pelo aviso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só podemos esperar iniciativas dos governantes, infelizmente.
      Bjs.

      Excluir
    2. Creo que he comprendido bien el texto que acabo de leer pero perdona yo no conozco tu idioma y he de responderte en español.

      El conocimiento y la información está en los científicos pero antes, mucho antes de que dieran la voz de alarma los científicos, ya se habían percatado del desastre todos los pueblos que viven en contacto con la naturaleza, aquellos a quienes nos permitimos llamar salvajes o no civilizados. Estos pueblos están viviendo los cambios climáticos y las consecuencias que les acarrea porque ellos viven de lo que les brinda la naturaleza.

      Ahora bien, para nuestra desgracia, son los políticos los que gobiernan y toman las decisiones y éstos no parece que se tomen en serio ni el cambio climático ni la amenaza nuclear. Es a los gobernantes a quienes tenemos que exigirles los cambios pero, claro, primero tendríamos que percibir todos la amenaza. En este momento de crisis económica mundial, el hombre de la calle tiene una primera preocupación encontrar trabajo para no perder su hogar y poder mantener a la familia.

      Tengo que felicitarte por lo bien expuesto y lo claro que quedan todos los problemas. Buen trabajo. Saludos cordiales.

      Excluir
    3. Hola Franziska!
      A medida que la economía crece y se centra en los dividendos en manos de sólo el 1% de la población mundial, el más preocupado por los gobernantes desastres puede hacer algo por el bien de los demás.
      Muy pocos que preocuparse por eso.
      Gracias por tu comentario!

      Excluir
  6. VITORNANI,

    esta espetaculosidade trágica e insistentemente anunciada não deveria pegar ninguém de surpresa.Este modelo de idolatria ao consumismo que, faz de uma nação como o Brasil, com 218 milhões de habitantes ter chegado ao número inacreditável,de 270 milhões de celulares vendidos e que faz com que as pessoas andem como verdadeiros vodus pelas ruas e presas a tantas e inúteis conversações sobre praticamente, nada!

    O tragicômico e contraditório da sociedade humana é que, a existência de vida na Terra se comparada com as 24 horas de um dia, o Homo Sapiens (lei-se NÓS) teríamos chegado nos últimos segundos deste período por aqui e, apesar desta efetiva e recente existência nos tornamos os os mais evoluídos (?) entre todas as especies vivas do planeta,graças a nossa capacidade de fazer cultura cientifica e tecnológica.

    Estes atributos únicos que herdamos, deveriam der sido usados para mantermos a vida na Terra e desgraçadamente, estamos acabando com ela.

    Já começo a desconfiar que Deus deveria ter dado estas incríveis habilidades aos cágados.

    Pelo menos aqueles demorariam muito mais a destruir com tudo.

    Continuo, no entanto otimista, pois, tenho certeza de que os mais egoístas dos seres humanos, os mais insensíveis,aqueles que se enquadram entre os mais desregrados depredadores e consumidores de tudo, seja da natureza ou dos produtos industrializados, face a esta nova realidade devem estar com seus orifícios anais piscando assim: Ohhhhhhhhhh !

    Um abração carioca e o parabenizo pela postagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paulo!
      Vivemos num mundo cada vez mais conectado e não estamos conseguindo enxergar nada além de uma tela brilhante à nossa frente!
      Quando uma catástrofe chega, pega muitos alienados de surpresa digitando em seus brinquedinhos!
      Que tem muitos poderosos tentando tirar o deles da reta, isso é fato!
      A fortuna vai virar pó com certeza!
      Um grande abraço!

      Excluir
  7. Se fossemos metade, teríamos metade dos problemas. Preocupo-me com o excesso de população, derrube das florestas, matança dos animais selvagens, com os religiosos fanáticos e com esta vida que nos transporta de um lado para o outro como se fossemos borboletas.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que o futuro do mundo é sombrio e perigoso!
      Temos que agir com prudência e cuidar melhor do planeta!
      Abraço.

      Excluir
  8. Há muito tempo que os cientistas alertam, mas parecem "estar a pregar no deserto". A ganância económica aliada à estupidez não deixa que enxerguem o óbvio. O ser humano é portador dum complexo genético inserido em seu ADN que o leva a crer sinceramente que é o centro do universo e inatingível. E assim leva a vida, sem que se preocupe com mais nada para além daquilo que acredita ser o verdadeiramente importante, que passa apenas pela riqueza material e poder, ponto. É assim em tudo. Por que haveria de ser diferente no que toca a um ecossistema à beira do colapso? Isso não diz nada a quem está embrenhado no progresso industrial ou tecnológico ou na luta desenfreada pelo monopólio do petróleo.
    Resta aos poucos, a quem falta esse "gene do complexo de superioridade", fazer a sua migalha, na esperança de que seja suficiente para contribuir, de alguma forma, para atrasar a catástrofe, porque, acredito que evitar, não evita.

    um abç amg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Carmem, evitar a catástrofe é quase impossível!
      Aqui no Sudeste do Brasil já estamos vivendo sob efeitos climáticos nunca vistos.
      E aqui está concentrada a maior parte da população brasileira.
      Um grande abraço e bom fim de semana!

      Excluir
  9. As pessoas não se preocupam com o nosso planeta, só pensam em seus confortos de, não pensam sobre as gerações futuras, e é terrível. Atenciosamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o grande problema, Giga!
      O imediatismo deixa o mundo cego!
      Abraços!

      Excluir
  10. Oi, Vitorio!
    A falta de amor à natureza é a prova da falta de amor pela existência e nisso incluo a falta de amor aos descendentes. As pessoas não pensam mais no que fazem e apenas vivem para satisfação do prazer do momento. Diante da inconsequência humana, é natural que o mundo atual encerra grandes perigos... As tecnologias da destruição maciça estão cada vez mais vincadas, situação que não acontecia no século passado. O meio ambiente destruído lentamente e aos poucos nos vai retirando um dos recursos naturais, quiçá, dos mais importantes A ÁGUA... Sempre tive mais atenção e respeito pelas palavras dos cientistas, que pelas dos políticos, basta verificar-se quando da aprovação da famigerada "globalização" que quem tinha razão eram os cientistas, cujas manifestações na Escócia na altura da assinatura do tratado, nada resultaram...
    Obrigada por participar do aniversário do "Luz" e pela companhia nesses anos...
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi
      Luma!
      O descaso dos políticos já vem dando resultado como o que vemos hoje no Sudeste do Brasil.
      E parece que a população não tem consciência do que está por vir!
      Beijos e boa semana!

      Excluir
  11. Uma matéria muito boa , pena que muito não estejam nem aí , e quem pode fazer algo
    não faz, o planeta corre para a morte e não tem como evitar,e nós estamos morrendo junto
    mas estamos ipinotizados pela diversão e tecnologia.
    Abraço.

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá Vitor!
    Vi no meu blog que vc está a seguir o mesmo, resolvi vir aqui no seu, que por sinal aborda uma tema bastante significativo, não é de hoje que o homem faz as mudanças climáticas, transferindo ao Planeta Terra as mais absurdas mudanças, isto engloba todo o potencial que a natureza deu ao homem, mas o mesmo faz calamidades em virtude do poder e da ganância. Quanto as Usinas Nucleares acho uma aberração, pois principalmente no Brasil não haveria necessidade para tal, uma vez que para gerar energia temos a não poluentes: energia eólica, energia solar, e com a falta da água na Região Sudeste, não engulo mt isto, estranho e pergunto o pq?A Região Sudeste é a Região que mais arrecada impostos, a mesma sustenta mts regiões brasileiras, cadê o $ dos impostos para investir em limpeza dos Rios etc... não falta água em Brasília, e o Rio Madeira está transbordando, o que dificulta a escoação de grãos para outras regiões.A Energia Nuclear serve para fazer mais bombas atômicas, sem contar as armas químicas, as guerras que geram lucros para outros países, doenças que matam em questão de semanas.Ah ! meu amigo, se for escrever vou ficar o dia inteiro.É uma tamanha barbaridade, temos que ter consciência de que um dia td acaba.Os efeitos climáticos tb podem ser manipulados pelo homem e por ai vai. A população tem que ler mais e tb fazer a sua parte, não jogar lixo na rua, pq não joga este lixo dentro de suas casas? Viraria um chiqueiro afff Escrevo poesias, mas sou formada em Geografia.

    Um bom início de semana.
    Abraços
    Nati

    Gostei do seu texto, que sirva de alerta para todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nati!
      Pior mesmo, é agora que a farra das eleições passou e teremos que enfrentar todos os problemas que foram impedidos de mostrar para não perderem votos.
      Isso vale para todos os políticos que não se tocam, até que a água molhe suas nádegas!
      Abraços e boa semana!

      Excluir
  13. Vitor isgo você a bastante tempo e nessa postagem de hoje ,
    li coisas que deixa a gente pensando nas futuras gerações.
    A água muita gente diz que é besteira que nunca faltará
    a água doce em nosso mudo.
    Mesmo vendo a atual situação que enfrentamos com
    vejo gente lavando prédio sem e calçadas enfim sem dar conta da tragédia
    global.
    Uma postagem de alerta bem elaborada.
    Uma semana feliz e abençoada.
    Evanir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda falta muito para uma consciência global, Evanir!
      Abraços e boa semana!

      Excluir
  14. Una entrada interesante que encierra una gran verdad, la tierra se calienta cada vez más, habrá que tomar medidas para retrasar ese calentamiento.
    Agradezco tu visita a mi blog, yo también me he quedado en el tuyo.
    Cariños y buena semana.
    Kasioles

    ResponderExcluir

Seu comentário é o que torna especial esta postagem. Enriquece sobremaneira o conteúdo!
Lembrando Saint Éxupery:"Aqueles que passam por nós, não vão sós. Não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós".
Obrigado pela visita!
Abraços!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. AVISO LEGAL Todos os direitos reservados. Esta coletânea de textos e imagens são propriedades do autor e estão protegidos por direitos de propriedade intelectual, que não podem ser utilizados em qualquer meio ou formato sem a autorização do autor. Vitorio Nani - 12/06/2010.