quarta-feira, 3 de abril de 2013

INTOLERÂNCIA!



      A intolerância tem sido a companhia inseparável da maioria das pessoas nos dias de hoje! 


      Viajando pelas estradas desse nosso país, principalmente nos feriados prolongados, é quando temos a verdadeira noção da irracionalidade e falta de educação no trânsito; de uma população que, infelizmente, vive o momento de um "crescimento econômico fantasioso", porém,  culturalmente defasado em comparação com os demais  países considerados emergentes.




      A violência, sente-se à flor da pele!

     Tento entender as razões de tamanha inércia dos poderes constituídos quando o assunto é a violência;  desde a praticada contra o povo,  pelos políticos que no passado  foram  considerados inimigos da nação - se exilaram em outros países, retornaram após a Lei da Anistia e estão hoje, novamente, assombrando a Nação, à violência urbana que nos mantêm presos nas nossas casas, acuados!

Corrupção = Violência Institucional.

      As ameaças contra a nossa frágil democracia, sentimos nas atitudes inócuas do Legislativo - na proposição de leis mais rígidas para diminuir a violência no país!

     Possuímos  uma das maiores populações carcerárias do mundo!  

     Assistimos passivamente a assaltos, estupros - com grave repercussão internacional - homicídios banais e uma crescente violência contra a mulher e à criança!


Atropelou e arrancou o braço de um ciclista. Atirou o braço num rio - dirigia embriagado.

     A transgressão no trânsito, se cometida por abastados da sociedade, por mais violenta de seja, terá sempre um juiz agindo rapidamente para retirá-lo da prisão, impondo-lhe penas brandas - as chamadas socioeducativas!

     Somos agredidos mesmo sem sair de casa: pelos telejornais, telenovelas, pronunciamentos políticos, decisões revoltantes do governo: quando o salario de um prisioneiro chega a ser bem  maior que o de um trabalhador!

    Assisto passivamente à asfixia lenta e silenciosa de nossa ainda jovem Democracia - que eu ajudei a preservá-la, pessoalmente,  arriscando minha própria vida - enquanto sorrateiramente um regime anárquico vem fragilizando e corroendo os poderes constitucionais - tomados pela escória eleita, legalmente, pelo povo mal informado e facilmente iludido pela falsa propaganda dirigida à grande massa de escolaridade ridícula, hoje, mantida pelo Bolsa Família, que, em nada provêm, senão, manter os "assistidos" em permanente miséria!

     Um fio de esperança me ocorre! 


MST  destruindo fazendas.

     Em contato com meus netos, busco um alento para a minha angustia !  Decepção!  Ao folhear suas apostilas de História e Geografia, sinto-me revoltado, ao perceber uma forte manipulação ideológica na deturpação do que aprendi no passado: Os heróis da nossa história são ridicularizados pelas atitudes patrióticas, enquanto os militantes do MST (Movimento dos Trabalhadores sem Terra) são chamados de "os injustiçados" e por isso invadem propriedades, destroem fazendas, assassinam fazendeiros, tudo sob a proteção do governo federal -  permanecendo impunes e intocáveis!



     Sanguinários fardados são chamados de heróis!

     Espero que alguma coisa seja feita com urgência, principalmente em razão dos futuros eventos previstos para serem realizados no Brasil: A Copa do Mundo de Futebol e Olimpíadas.

    Antecipo minhas desculpas  aos estrangeiros que, certamente,
sentirão na pele o impacto provocado pelo choque cultural que, inevitavelmente, sofrerão tão logo desembarquem aqui! Torço para que eles retornem aos seus países de origem, com a suas integridades físicas intocadas!  Que Deus nos ajude! 

    "A esperança é um alimento da nossa alma, ao qual se mistura sempre o veneno do medo". Voltaire.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é o que torna especial esta postagem. Enriquece sobremaneira o conteúdo!
Lembrando Saint Éxupery:"Aqueles que passam por nós, não vão sós. Não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós".
Obrigado pela visita!
Abraços!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. AVISO LEGAL Todos os direitos reservados. Esta coletânea de textos e imagens são propriedades do autor e estão protegidos por direitos de propriedade intelectual, que não podem ser utilizados em qualquer meio ou formato sem a autorização do autor. Vitorio Nani - 12/06/2010.