terça-feira, 21 de julho de 2015

Dedicação Infinita!

Imagem obtida AQUI

 
    Duas flores, aparentemente frágeis,  carinhosamente protegidas por um tronco que lembra  um estranho animal pré-histórico?

    Esta foto foi obtida em um lugar muito especial dos EUA pelo amigo Bill e postada em seu blog Out of His Mind's Eye.



    A imagem sugere humildade e meiguice, num mundo tão destituído de carinho de hoje!

    Com autorização prévia do Bill, resolvi publicá-la aqui e convidá-los à uma visita ao seu blog e conhecer o mundo maravilhoso captado pelas lentes de sua câmera.

    " Há aparências de dureza que ocultam tesouros de sensibilidade e de afeto". Júlio Dinis.

45 comentários:

  1. Oi, Vitor!
    Linda imagem! Delicadeza e rusticidade em perfeita harmonia!
    Adoro fotografia!
    Admiro olhares sensiveis!
    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jossara!
      A cena lembra a "A Bela e a Fera".
      Beijo!

      Excluir
  2. Hola Vitor. Amo la naturaleza y se que observándola se encuentran cosas maravillosas como esta, tu comentario precioso. Un abrazo apretado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Así que el mérito Bill fotógrafo, Lola!
      Un fuerte abrazo!

      Excluir
  3. Un perfecta armonía de naturaleza viva y muerta, preciosa captura de imagen.
    Un saludo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. En la dimensión del universo, Rosss!
      Un saludo!

      Excluir
  4. A natureza é perfeita
    A rusticidade do tronco em perfeita sintonia com a delicadeza das diminutas flores
    A cena intui o afeto colaborativo
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo depois da morte, a Natureza deu um jeito de mostrar vida na aparência do tronco.
      Um abraço.

      Excluir
  5. VitorNani,

    Que foto linda da natureza!!

    Seu amigo tem muita sensibilidade e um olhar amoroso!

    Fui conhecer o blog dele...fiquei encantada!!

    Grata por compartilhar.

    Abraços, tenha uma boa noite,

    Lígia e =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita e boa noite, Ligia.

      Excluir
  6. Olá Vitor, adoro fotografia e esta mostra bem o que disseste, mas imagina-se mais coisas, como pode um galho morto, uma terra árida e cheia de pedras, e neste ambiente nascer duas lindas flores, coloridas e vivas. A fotografia tem o poder de captar um instante para sempre, captar a beleza efemera, para se tornar eterna. Sempre bom estar por aqui.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jair!
      De fato, as fotos do amigo Bill são impressionantes.
      Abraço.

      Excluir
  7. Obrigado, Vitorio , e obrigado a todos .

    -Bill

    ResponderExcluir
  8. VITOR,

    é o debruçar da solida concretude sobre o tenro e frágil florescer de um quase arbusto mas, encimado por flor de rara beleza como se quisesse expor-se e oferecida aos afagos intermináveis de uma aproximação incomum.

    O encantamento do inesperado que ao fazer esta tal surpresa, determina formas outras de aproximação, recriando outras tantas estéticas desconhecidas , mas vivenciadas de formas surpreendentes, por quem não acredita em coisa pronta, pasteurizada e de formas sempre as mesmas.

    Mas uma vez aqui a liberdade disse: presente!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PAULO,
      Como sempre, seu requintado comentário enriqueceu mais uma vez, minha singela postagem!
      Obrigado, mestre!
      Abraços!

      Excluir
  9. Lo que nos muestra la fotografía, como indicas muy bien, parece un ser mitologico al que un musgo caritativo está cubriendo. Están en esa fotografía la muerte y la vida que brota en cuanto tiene la mínima posibilidad. La imagen es muy especial. Gracias por compartirla. Un abrazo.

    ResponderExcluir
  10. Usted contrató las palabras adecuadas para describir esta imagen, Franziska.
    Abrazos

    ResponderExcluir
  11. Oi Vitor,
    MEU BLOG ACABOU.
    A postagem que leu postei sem querer, se tivesse visto a debaixo foi a minha despedida.
    Nem lembrei do aniversário do maridão que foi a semana passada, ele entendeu, estou doente e não quero me lembrar de nada.
    Obrigada pelo carinho das suas palavras
    Dorli

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena, Dorli!
      Desejo sua rápida recuperação!
      Beijo.

      Excluir
  12. Uma foto muito interessante ! estive no blog do seu amigo _ bom compartilhar !
    um abraço e obrigada da visita.
    bom domingo

    ResponderExcluir
  13. UN POST MUY DICIENTE. GRACIAS POR LA RECOMENDACIÓN.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  14. Gostei da fotografia do tronco. Depois basta-nos sonhar.
    Obrigado pela visita em lidacoelho.

    ResponderExcluir
  15. Olá, Vitor
    Singela imagem da natureza no seu melhor.
    Esses pequenos detalhes que dão alento à vida.
    abç amg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a Natureza tentando mostrar sua imortalidade, Carmem.
      Abraços!

      Excluir
  16. Es una foto preciosa. Me encanta la naturaleza.

    Un placer visitarte.

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  17. Gracias, Amalia, por su visita!
    Un abrazo!

    ResponderExcluir
  18. Não é à toa que a Natureza é chamada de mãe; ela se dá por inteiro a todos os seres vivos e ensina-lhes com dedicação tudo o que sabe E aqui está ela a mostrar-nos que a simplicidade é uma grande virtude e que os fortes devem proteger os mais humildes, os mais frágeis. Linda foto que na sua singeleza nos deve levar a uma profunda reflexão. Obrigada pela partilha, amigo. Um beijinhos
    Emília

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Emília!
      A humildade parece ser a mensagem mais evidente, se imaginarmos as idades bem distintas dos personagens da cena!
      Um grande beijo!

      Excluir
  19. Admiro os fotógrafos que conseguem ver e captar aquilo que quase ninguém vê.
    Esta foto é digna de ser premiada. Parabéns ao autor.
    Caro Vitor, tenha uma boa semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também concordo, Jaime.
      O fotógrafo teve a sensibilidade de escolher o ângulo que melhor compôs a cena.
      Abraço e boa semana!

      Excluir
  20. Bem diferente, parece mesmo restos de algum animal . A natureza é fascinante!!

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  21. Parece nos dizer que há vida após a morte!
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  22. Olá, Vítor!

    Sem dúvida, que dá que pensar a foto que você postou. já visitei o blog recomendado e ele tem fotografias fantásticas e deslumbrantes. Aquela em que o passarinho, pergunta: does the train stpos here? está demais!

    São essas coisa simples, e que nos parecem frágeis, que reúnem para além de mta beleza, mta simplicidade, mta grandiosidade. Por vezes, também, há pessoas e coisas que aprecem duronas, mas é capa, que vestem, apenas.

    Gostei mto de conhecer seu blog e o conteúdo dele.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem muita coisa bonita no blog do Bill, Céu.
      Obrigado pela visita e pelo comentário!
      Abraços!

      Excluir
    2. Sim, já constatei, Vítor! Passarei por lá, também!
      De nada. Ora essa!
      Noite feliz e com bons sonhos.

      Excluir
  23. Oi, Vítor!

    Agradeço, de coração, sua visita e gracioso comentário lá no blog. Deixei umas palavrinhas pra você, lá.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  24. ⊰❀˚° ·.
    A imagem transmite por si só a mensagem que o fotógrafo quis passar e que você descreveu tão bem.
    Simplesmente linda!!!

    Ótima quinta-feira!
    Beijinhos.
    ♡ه° ·.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Inês!
      O mérito é todo do fotógrafo.
      Beijos!

      Excluir
  25. A natureza tem razões que a própria razão desconhece!
    Belíssima captação e mensagem!
    Bjo, amigo :)

    ResponderExcluir

Seu comentário é o que torna especial esta postagem. Enriquece extraordinariamente o conteúdo!
Lembrando Saint Éxupery:"Aqueles que passam por nós, não vão sós. Não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós".
Obrigado pela visita!
Abraços!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. AVISO LEGAL Todos os direitos reservados. Esta coletânea de textos e imagens são propriedades do autor e estão protegidos por direitos de propriedade intelectual, que não podem ser utilizados em qualquer meio ou formato sem a autorização do autor. Vitorio Nani - 12/06/2010.