sexta-feira, 12 de julho de 2013

Uma Árvore salva Mil Vidas!



      Aqui no nosso Hemisfério é Inverno agora, portanto,  muito longe ainda da Primavera que tem seu início  marcado para o dia 23 de Setembro.  No dia 21, dois dias antes,  comemoramos o Dia da Árvore que para  mim deveria ser comemorado todos os dias, pois convivo com  elas, diariamente, desde a minha infância!


JATOBÁ - Lembranças da infância.
Condomínio Quinta da Baronesa-entre Itatiba e Bragança Paulista.
     Moro numa cidade que não é das mais arborizadas;  fotos antigas mostram que Itatiba já possuiu mais árvores em suas ruas.  A cidade vem perdendo sua cobertura verde, freneticamente,  para muitos prédios, bairros e grandes condomínios, onde antes se viam bosques ricos em árvores magníficas, e hoje, coberto por casas luxuosas cercadas de pequenas ilhas de grama - hábito de cidadãos oriundos de grandes cidades - que não querem ver suas belas construções, símbolo de status, ofuscadas por árvores, mas sim, à  mostra sobre um tapete verde, a meu ver, um status de pobreza,  tanto pela paisagem, quanto pela inteligência e espírito dos proprietários!
Ville de Chamonix - Itatiba
    Ao contrário daqueles que mostram suas belas casas cercadas de grama, eu vivo numa casa cercada de árvores - minha verdadeira riqueza!

    Eu sempre soube da qualidade de vida que usufruímos vivendo neste santuário ecológico que procuro preservar, ameaçado pelas construções que brotam como cogumelos que se verticalizam e avançam rapidamente nas cercanias!
       Recentemente, li num blog, a seguinte notícia
      "Estudos sugerem que árvores reduzem mortes nas grandes cidades.     
Cientistas do Serviço Florestal dos Estados Unidos, juntamente com o Instituto Davey, pesquisaram o impacto das florestas urbanas nas grandes cidades.  O resultado mostra que as árvores podem salvar uma vida a cada ano e reduzir a poluição local.
      O estudo foi feito em uma amostra que abrange dez cidades norte-americanas: Atlanta, Baltimore, Boston, Chicago, Los Angeles, Minneapolis, Nova York, Filadélfia , São Francisco e Syracuse.  A constatação é de que as árvores auxiliam  no controle das pequenas partículas de poluição que ocasionam doenças graves no pulmão, aterosclerose acelerada, problemas cardíacos, inflamações e até mesmo a morte prematura.
     Por concentrar níveis altos  de poluentes no ar, a cidade de Nova York foi a que  apresentou melhores resultados na relação entre florestas urbanas e qualidade de vida.  Lá, as árvores são responsáveis por salvarem até oito pessoas por ano!
João Pessoa-PB, a cidade mais arborizada do Brasil.
       'Esta pesquisa mostra claramente que as florestas urbanas da América são investimentos essenciais para ajudar a produzir ar puro e água limpa, reduzir os custos com energia e tornar as cidades mais habitáveis.  Simplificando, as florestas urbanas melhoram a vida das pessoas', explicou Michael Rains, diretor do Serviço Florestal dos EUA. (Publicado originalmente no CICLOVIVO).
      Sempre que o assunto é  viver e conviver em harmonia com o meio ambiente, uma história real, me vem à lembrança: " Conheci na cidade de Lorena, um homem com pouco mais de 40 anos de idade, militar, que pela sua vida pregressa - passara muitos anos servindo nas fronteiras do país - irradiava muita saúde, austeridade em seu modo de ser e certa lisura em seus procedimentos.  Era casado e tinha dois filhos. 
    Em frente à sua casa,  uma bela árvore Sibipiruna plantada pela Prefeitura da cidade,  o incomodava toda vez que ela perdia suas minúsculas folhas - no Inverno - e o vento as soprava sobre sua residencia.
      Ele então, impossibilitado de cortá-la - a prefeitura não permitia - resolveu aplicar um veneno ao tronco da árvore  que lentamente, começou a morrer. 
      Ironicamente, aquele homem forte, militar aprumado, começou sentir dores abdominais...Afastou-se do trabalho e sob licença médica,  procurou tratamento em hospitais até da capital...Qual o que!  Uma doença maligna consumia seu corpo.  Alguns meses depois, ele faleceu.  No mesmo dia e hora, enquanto acontecia seu sepultamento, os funcionários da prefeitura removiam os restos apodrecidos da Sibipiruna.
      Semanas mais tarde, uma nova árvore foi plantada no local".
    "Pode contar seus segredos ao vento, mas depois, não vá culpá-lo  por contar tudo às árvores".
    "Árvores são poemas que a terra escreve para o céu. Nós as derrubamos e as transformamos em papel para registrar todo nosso vazio". Khalil Gibran. 

2 comentários:

  1. O Sr. sempre perspicaz e muito pertinente... Adoro suas observações!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Janaina! Nem tanto...Menos...Mas é tudo real! Boa semana! Bjs.

    ResponderExcluir

Seu comentário é o que torna especial esta postagem. Enriquece sobremaneira o conteúdo!
Lembrando Saint Éxupery:"Aqueles que passam por nós, não vão sós. Não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós".
Obrigado pela visita!
Abraços!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. AVISO LEGAL Todos os direitos reservados. Esta coletânea de textos e imagens são propriedades do autor e estão protegidos por direitos de propriedade intelectual, que não podem ser utilizados em qualquer meio ou formato sem a autorização do autor. Vitorio Nani - 12/06/2010.