sexta-feira, 1 de maio de 2015

"Desvios e Atalhos".


Imagem daqui

   Desde que o trem da minha vida deixou a plataforma que ao longe, ocultou-se na neblina,
   tento em vão, ouvir os sons de bolas e correrias de pipas!
   Ouço tropas e hinos que se misturam sem cadência, sem direção.
   Há ameaças a impor desvios e atalhos!

    Inútil  tentar  voar para fora dos paralelos sinuosos e frios.
   Árvores, postes e o vento embaralham as imagens girando em círculos.
   O ritmo cambaleante ignora a gravidade e impõe a cadência dos passos.
   O acalanto dos balanços, agora ferem profundo e perturbam a alma!

    Há um chão se aproximando apressado demais!
    Há um horizonte cego que sufoca a deserção, a evasiva.
    Um impacto iminente precede o grito íntimo de amparo aos céus.
    O negrume absorve a luz!

    O silêncio implacável espanta a inércia.
    Flashes caóticos revelam rostos e asas.
    Entre vultos e becas, flutuo livre!
    Livre. Eternamente livre!

    "A esperança brota eternamente no peito do homem. Ele nunca é, mas espera sempre ser feliz". Alexander Pope.

19 comentários:

  1. Hey, how are you?
    Great post though, i love it, thanks for sharing..
    Maybe we can follow each other on GFC , facebook and Bloglovin, if you want? Let me know :)

    Kisses,
    Maria
    http://retrostreetstation.blogspot.de/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hello Maria!
      It is a great pleasure to receive your visit!
      Kisses!

      Excluir
  2. Olá, VitorNani

    Vim te ler, e desejar, que tenhas um fim de semana, agradável.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, José Maria!
      Obrigado pela presença e boa semana a você também!
      Abraços.

      Excluir
  3. Este poema, levou-me numa correria louca, como a pressentir o impacto iminente. Lembrou-me um voo/vida que seria fatal.
    Há almas perturbadas a quem nunca deveriam tirar da segurança dos aromas e sons da infância - fui atrás dos "sons das bolas".

    Belo poema, pelas emoções que nos consegue transmitir.
    abç amg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carmem!
      Que bom, receber um comentário com a sensibilidade de uma pessoa que faz lindos poemas como você!
      Forte abraço e boa semana!

      Excluir
  4. very nice and lovely blog.i have followed your blog.Please follow me if you have not followed upto now and ignore if have you followed me..Thanks and love you.
    http://findshopping.blogspot.in/2015/04/top-online-shopping-sites-list.html

    ResponderExcluir
  5. Oi, Vitor, bom poder descrever o que está dentro da alma em forma de poesia. Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nal!
      Há momentos que nos sentimos assim.
      Abraços!

      Excluir
  6. A pesar de que yo no conozco tu idioma pero que algo se acerca al mío o eso yo creo entender, he podido disfrutar con la lectura de este bello y lúcido poema. Comentar un poema es ya, de por sí, algo complicado y si media un idioma no conocido de por medio, puede ser tarea casi imposible. Espero que hoy sepas perdonar mi ignorancia. Un abrazo lleno de luz y de esperanza desde España.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola, Franziska!
      Le agradezco su esfuerzo en la interpretación de mis textos, a pesar de la dificultad de la lengua.
      Abrazos!

      Excluir
  7. Vitor, em primeiro lugar estou para agradecer tua visita ao meu modesto espaço. Aqui chegando, deparo-me com um poema consistente.
    Um abraço. Tenhas uma ótima semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, Dilmar.
      Abraço e boa semana

      Excluir
  8. Oi, Vitorio!
    Bastou um fato para que a vida fosse totalmente mudada. Mas tudo o que foi vivido continua registrado e a esperança jamais pode nos abandonar! A felicidade é a soma de todos os bons momentos e o que devemos fazer é isolar os maus, mesmo que não consigamos esquecê-los.
    Adorei a sua prosa! Foi uma surpresa!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  9. Oi, Luma!
    Sim, a felicidade é a soma de todos os momentos bons vividos!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Tudo o que se viveu, fica marcado no nosso ADN memorial. E é muito bom evocar mesmo os momentos menos bons!
    Gostei imenso de ler, VitorNani!
    BJO :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Odete!
      É necessário deixar exteriorizar os momentos difíceis que marcaram nossas vidas!
      Fico feliz que tenhas gostado!
      Beijo.

      Excluir
  11. Angélica Carvalho E Silva comentou no Facebook:
    Oi Nani,
    Muito bom!
    E....assim seguimos em frente ,deixando as fases difíceis pra trás.

    ResponderExcluir

Seu comentário é o que torna especial esta postagem. Enriquece sobremaneira o conteúdo!
Lembrando Saint Éxupery:"Aqueles que passam por nós, não vão sós. Não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós".
Obrigado pela visita!
Abraços!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. AVISO LEGAL Todos os direitos reservados. Esta coletânea de textos e imagens são propriedades do autor e estão protegidos por direitos de propriedade intelectual, que não podem ser utilizados em qualquer meio ou formato sem a autorização do autor. Vitorio Nani - 12/06/2010.